logo Openbox.ai

Como as fintechs podem facilitar a gestão financeira das empresas?

por Natália Braulio15 de set. de 2021
Como as fintechs podem facilitar a gestão financeira das empresas?

Vamos começar falando sobre o básico, certo? Fintech é a combinação das palavras Financial + Technology. São empresas (geralmente startups) com soluções tecnológicas de finanças empresariais ou pessoais, e que oferecem alguma proposta inovadora para o mercado financeiro.

O termo “fintech” se tornou extremamente popular nos últimos anos, despertando o interesse cada vez maior dos investidores. Em 2019, se manteve em um alto nível de interesse mundial (segundo dados do Google Trends), e por que será? Porque as fintechs atuam onde os grandes players financeiros falham, resolvendo os problemas financeiros de forma mais eficiente e atenciosa.

Sem-Título-1-1024x482.jpg Resultado de pesquisa sobre a popularidade para a palavra “fintech” no mundo inteiro no período de 2019. Fonte: Google Trends

Ou seja, já sabemos que as fintechs podem facilitar a gestão financeiras das empresas. Mas, como? Para responder esta pergunta, reunimos as opiniões dos fundadores da Openbox.ai, uma fintech de antecipação de recebíveis que oferece crédito empresarial totalmente on-line. Com foco em diminuir a burocracia para empreendimentos de pequeno e médio porte, além de entregar crédito mais justo e transparente.

Mauricio Rodrigues | Founder & CEO da Openbox.ai

Você que empreende, cuida da gestão financeira ou que se interessa pelo tema de gestão empresarial já deve ter ouvido muito a respeito das fintechs e como estas estruturas estão revolucionando o mercado financeiro. Desde o atendimento até a oferta de produtos e serviços com mais tecnologia, transparência e o foco direcionado a atender as demanda dos seus clientes, sejam eles empresas ou pessoas físicas.

Mas como tudo isso como pode mudar o seu dia a dia e como estas fintechs podem auxiliar e facilitar a gestão das empresas?

Podemos começar pela gestão mais eficiente, já que as fintechs focam em produtos e serviços com a aplicação de métodos modernos, soluções mais eficientes e com maior qualidade. Isso reflete diretamente em todos os processos de sua empresa, indiferente do ramo ou atividade que você exerça.

Elas também contribuem para resolver os problemas de acesso a novas soluções, já que os muitos nichos de mercado são deixados de lado pelos grandes grupos financeiros. Com as fintechs, temos um leque muito mais amplo de produtos e serviços e, caso você não seja atendido dentro do esperado, é possível que logo, logo uma outra fintech especialize-se na sua solução.

Já que as fintech visam a escala dos seus produtos/serviços e o respectivo ganho no volume operado, normalmente as soluções apresentadas são mais baratas que as disponíveis nos meios tradicionais. Este modelo promove uma maior competição e a respectiva diminuição nos custos.

Como visto, são muitas as vantagens em se conhecer e pesquisar mais sobre as diferentes soluções de fintechs que já estão disponíveis para ajudar na gestão das empresas.

E sabe qual é a melhor notícia? Vem muito mais inovação pela frente!

**Natália Braulio | Co-Founder & CMO da Openbox.ai ** As startups chamadas fintechs trouxeram um ganho significativo em produtividade para os gestores financeiros. Num rápido raciocínio, já é possível elencar três pontos:

Agilidade: quando uma empresa, mesmo sendo uma PME (pequena e média empresa) se apoia em soluções tecnológicas, seus processos tendem a ficar mais ágeis. Como resultado, sua competitividade aumenta.

Alcance: as soluções desenhadas pelas startups têm como essência a escala de forma rápida, ou seja, elas precisam alcançar uma grande quantidade de clientes. Com isso, as empresas conseguem ser atendidas em locais que antes não conseguiam. Por exemplo, uma indústria no interior do nordeste brasileiro, anteriormente ficava refém de poucas empresas financeiras, hoje com as fintechs essa indústria pode ser atendida a qualquer hora, com apenas meia dúzia de cliques.

Transparência: os processos inovadores tendem a ser mais transparentes, afinal a informação fica cada vez mais organizada, disponível e acessível às pessoas.

Rianne Schaidhauer | Co-Founder & CTO da Openbox.ai A desburocratização dos processos financeiros é um dos pontos mais importantes em toda a jornada de uma fintech, ou seja, facilitar os processos da gestão financeira de uma empresa. Na verdade, desburocratizar é o objetivo de toda startup, e não apenas de uma fintech que atua no setor financeiro. Uma fintech pode oferecer inúmeras facilidades para a pessoa responsável pela gestão financeira de uma empresa, irei citar algumas que considero mais pertinentes:

Economia de tempo e dinheiro: mais informações sendo processadas em menos tempo, consequência do pesado uso da tecnologia. Um exemplo disso é o uso da assinatura digital, fazendo negócios sem que ninguém precise ir até um cartório, fazendo isso de sua própria casa ou escritório.

Custo e economia: uma fintech busca escala e, para isso utilizando do poder da internet, oferece valor baixo para muitas empresas com o objetivo de conquistá-las e retê-las, ocasionando em uma situação de ganha-ganha para as partes envolvidas.

Transparência nos negócios: uma fintech não busca ter vantagem, ela busca conquistar o cliente. Não quer ganhar o mercado em cima dos outros, mas sim conquistar o seu espaço através da sua proposta. Falando assim, pode soar um pouco inocente demais, porém há inúmeros exemplos no mercado que atuam desta forma e ainda se mostram demasiadamente lucrativas.

Maior proximidade com o cliente: por se tratar de um negócio dependente da tecnologia, problemas na jornada do usuário são resolvidos com a expertise de UX (user experience). O que evita ligações longas e errôneas, filas intermináveis de atendimento e até mesmo a falta de resposta, muitas vezes ocorridas nos serviços tradicionais.

apresentacao-sem-titulo-37-1 (1).jpg Da esquerda para a direita: Rianne Schaidhauer, Mauricio Rodrigues e Natália Bráulio.

Por fim, fintech não é apenas uma tendência, é a demanda de mercado sendo atendida. Para entender mais do que a Openbox.ai faz para mudar o mercado financeiro no Brasil, é só visitar nosso site.


Quer fortalecer o financeiro da sua empresa?

Antecipação de recebíveis não é empréstimo, é crédito inteligente. Uma das melhores estratégias financeiras para alavancar o seu negócio.

Quero antecipar
Leia tambémAnálise de crédito empresarial: como se sair bem!Natália Braulio
Análise de crédito empresarial: como se sair bem!